Facebook utiliza dados de autenticação em dois fatores para publicidade, diz Gizmodo

Simone Vollbrecht

Advogada de propriedade intelectual, direito digital e privacidade. Pesquisadora de literatura e crítica literária. Diretora da Mensa Brasil.

Pesquisadores das universidades de Princeton e Northestern, em conjunto com o site Gizmodo, descobriram que o Facebook estaria fazendo uso indevido de números de celular fornecidos para fins específicos de autenticação em dois fatores. Os números dos usuários estariam sendo cruzados com bases de dados de anunciantes para mostrar publicidade direcionada. 

A rede social também tem utilizado números de telefone obtidos de contatos de terceiros para alimentar seu banco de informações a respeito de cada usuário e exibir anúncios específicos. 

Empresas brasileiras são investigadas por venda de dados biométricos de cidadãos

Simone Vollbrecht

Advogada de propriedade intelectual, direito digital e privacidade. Pesquisadora de literatura e crítica literária. Diretora da Mensa Brasil.

De acordo com a Portaria 10/2018 do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, as empresas CredDefense, Certibio e Acesso Digital estão sendo investigadas pela comercialização de acesso a dados biométricos de brasileiros. Tais dados são utilizados para checagem de identidade. 

Dentre as informações fornecidas, consta que o banco de dados de apenas uma das empresas possuía 70 milhões de cadastro, utilizando as informações armazenadas no SERPRO  (Serviço de Processamento de Dados, empresa pública) e fornecidas a este pelo DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito) que haviam sido coletadas para emissão de carteiras de habilitação. 

O Inquérito Civil Público traz ainda menção da gravidade de tal comercialização. A Secretaria de Comunicação do MPFTD menciona que “há uma preocupação do Ministério Público a novas formas de discriminações, veladas ou expressas, como o recrutamento de candidatos para vagas de emprego, acesso aos cargos públicos; ingresso em instituições de ensino; filiação a entidades; participação em organizações religiosas, concessão ou negativa de crédito”